Comportamento e Relacionamento

Como superar o ciúme do passado: quando o histórico do parceiro causa inseguranças

Quando o sentimento se torna patológico, ele precisa ser analisado

Celos retrospectivos

Não há nada de errado em sentir ciúme de vez em quando. Mas, quando o sentimento se torna patológico — como o ciúme do passado —, deve ser analisado.

Esse ciúme causa um incômodo em relação ao que o parceiro fez no passado com outras pessoas a ponto de querer saber todos os detalhes, imaginar como tudo aconteceu… e repreendê-lo por causa disso.

É basicamente uma obsessão com o passado do outro que não dá paz a quem sofre. Saiba mais sobre o tema, como explicado pelo portal Nueva Mujer (em espanhol):

O ciúme do passado

No ciúme do passado, o problema se trata da baixa autoestima e grande autoinsegurança. Da mesma forma, há o medo do abandono e a baixa tolerância à frustração. Por isso, é recomendável ir à terapia para poder trabalhar essas questões internas.

⋅ ⋅ ⋅

Leia também

3 sinais de que você tem um comportamento autodestrutivo e deve trabalhar seu amor-próprio

4 coisas que você não deve permitir em seu relacionamento só para agradar seu parceiro

Monogamia está diretamente ligada à pobreza, afirma especialista em sexo

⋅ ⋅ ⋅

Como identificá-lo

Além de sentir muita insegurança quanto ao passado do companheiro, o parceiro com ciúme do passado busca indagar obsessivamente sobre relacionamentos anteriores para acalmar a ansiedade e angústia que sente.

No entanto, esse comportamento apenas alimenta a obsessão. Raiva, angústia e inferioridade estão presentes e levam o casal a certos comportamentos prejudiciais para a relação. ◼

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM