Estilo de Vida

Precisa pagar a matrícula e as mensalidades escolares? Veja aqui 5 dicas para negociar o valor

Muitas escolas já comunicaram os pais sobre os reajustes das mensalidades e matrículas do próximo ano, e isso se torna um assunto super delicado em meio a crise e o contexto de desemprego e inflação que estamos vivendo. Para se ter uma ideia, uma matéria do Valor Investe conta que a pesquisa realizada pelo Instituto Escola Exponencial concluiu que 21% dos pais querem trocar os filhos de escola por motivos financeiros.

Para não ter que mudar seu filho de escola, trouxemos aqui algumas dicas para ajudar na negociação e conseguir condições melhores de pagamentos que caibam no seu orçamento, e assim não precisar fazer mudanças drásticas.

1. Faça um planejamento

Antes de já chegar com uma negociação, é preciso planejar seus gastos financeiros e ver quanto você teria disponível para gastar em mensalidades e outras compras escolares, então vemos qual o valor máximo para pagar a escola sem prejudicar o orçamento total, e qual a margem para isso, tendo três valores possíveis de negociação.

2. Faça uma negociação pessoal

Negociar pessoalmente ao invés de utilizar e-mail e WhatsApp para isso deixa a conversa muito mais pessoal e pode facilitar as coisas, principalmente ao procurar a diretora ou o tesoureiro da escola.

3. Se você tem um bom histórico de pagamento, use isso a seu favor

No momento da negociação, vale mostrar todas as vezes que você pagou em dia e como está empenhado a continuar com essa contribuição sem deixar ninguém para traz, mostrando que você não tem atraso nem histórico de inadimplência. Vale também mostrar documentos comprovando a baixa de renda, como mais um motivo para correr com a negociação.

4. Pesquise outros lugares

Antes de fazer um orçamento, pesquise como estão os valores de outras escolas para ter uma média e apresentar os dados na hora de negociar, mostrando se o valor da escola está dentro da média ou algo fora do normal.

5. Se puder, antecipe os pagamentos

Aqui, a regra funciona como se fosse um pagamento à vista, fazendo com que você pague mais mensalidades de uma vez e deixando uma garantia para a escola, que pode facilitar e muito na hora de negociar o restante.]

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM