Estilo de Vida

Quer pedir demissão? Veja como se preparar financeiramente para isso

Você não aguenta mais seu trabalho e, antes de encontrar um novo, quer pedir demissão? Para isso, é preciso se preparar financeiramente, seja qual for o motivo da demissão, pois isso pode ter implicações financeiras a longo prazo.Por isso, separamos aqui uma lista com coisas a considerar antes de chegar nos finalmentes.

1. Repense os motivos

Antes de pedir demissão, vale repensar para ver se você está saindo pelos motivos certos. Vale reservar um tempo para pensar qual o real motivo ou se você está seguindo apenas uma tendência. Se está pensando em sair porque quer mais flexibilização, dinheiro, responsabilidade ou um cargo que te dê mais oportunidades, vale conversar com seu chefe sobre sua insatisfação no emprego atual. Alguns podem ser ágeis para fazer as transformações necessárias.

2. Tenha paciência

Vale revisar o contrato e sua carta de oferta original, pois lá você verificará quais impactos financeiros podem acontecer caso peça demissão, e até rever quais são os acordos que foram feitos no início da contratação. Muitos benefícios são feitos em base de quanto tempo você está na empresa, como as recompensas de bônus, incentivos, horas extras, folgas acumuladas, etc.

3. Pense no seu orçamento

Aqui, vale sempre se colocar no pior cenário possível, que seria se daqui a 6 meses você não conseguisse um novo emprego e não sabe como está o mercado de trabalho. Por isso, antes de ter uma oferta válida que vá cobrir esse momento, crie um orçamento de quanto gasta e quanto precisa nesse meio tempo, incluindo as despesas de transporte, aluguel, comida, dívidas e etc.

4. Revise os benefícios

Além de não ter salário, muitas vezes quando pedimos demissão estamos abrindo mão de certos benefícios como o plano de saúde, por exemplo, e a academia. Mas isso vale muito quando se tem carteira assinada, então é preciso considerar como perder isso vai impactar no seu dia a dia também.

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM