Saúde e Bem-estar

Prisão de ventre: estes são os melhores remédios naturais para lidar com o problema

Além dos laxantes e dos demais medicamentos, existem opções não químicas que podem ajudar

A prisão de ventre é comum e causa desconforto. Uma pessoa é considerada com intestino preso quando não evacua mais do que três vezes por semana — e, quando o faz, sente dificuldade.

Além dos laxantes e dos medicamentos indicados para o problema, existem remédios naturais que podem ajudar. Veja só:

Os remédios naturais para a prisão de ventre

De acordo com o portal especializado em saúde Cuerpomente (em espanhol), o exercício é uma das formas de ativar o trânsito intestinal.

Além disso, é importante criar hábitos regulares ou estabelecer um horário para ir ao banheiro, que pode ser ao acordar ou depois do café da manhã, por exemplo.

Os laxantes naturais são outra alternativa, e um dos mais famosos é o purê de maçã com ameixa , que pode ser facilmente preparado em casa. Os figos secos também funcionam.

A relação entre dieta e intestino preso

A comida é essencial para controlar a prisão de ventre. O azeite de oliva, por exemplo, é um dos produtos mais eficazes para estimular a vesícula biliar se consumido com o estômago vazio.

A lista também inclui as fibras alimentares, incluindo frutas, legumes e grãos inteiros. Existem algumas plantas que podem ajudar, mas só devem ser usadas com supervisão médica.

Em entrevista ao jornal La Vanguardia (em espanhol), a nutricionista Susana León explicou que, se há problemas para ir ao banheiro, deve-se evitar alimentos como:

  • arroz branco
  • banana verde
  • batata frita
  • carne vermelha
  • chocolate
  • laticínios
  • salsicha

A recomendação da profissional é manter a hidratação constante.

⋅ ⋅ ⋅

⚠️ Atenção: este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos ou psicológicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

⋅ ⋅ ⋅

Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho dos nossos redatores, e o seu apoio ajuda a manter este site gratuito.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM