logo
Sexualidade 12/07/2021

‘Legalmente Loira’ quase terminou com Elle Woods num relacionamento gay

Lançada em 2001, a clássica comédia romântica com Reese Witherspoon podia ter tido um final diferente…

Por : Redação

É isso mesmo: Legalmente Loira (em inglês) quase terminou com um romance lésbico, de acordo com um dos membros do elenco do filme.⁠

Lançada em 2001, a comédia romântica conta a história de Elle Woods (Reese Witherspoon [em inglês]), que começa a frequentar a Escola de Direito de Harvard só para reconquistar o seu ex-namorado Warner (Matthew Davis [em inglês]).

Em Harvard, Elle descobre que o seu ex está noivo de Vivian Kensington (Selma Blair [em inglês]) — que, ao longo do filme, vai do posto de inimiga ao de melhor amiga de Ellen.⁠ Mas… só amiga?

O relacionamento gay

Em entrevista (em inglês) ao jornal The New York Times, Jessica Cauffiel (em inglês) — que interpretou Margot, uma das melhores amigas de Elle — afirmou que um roteiro anterior sugeria que Elle e Vivian se envolveram romanticamente.⁠

“O primeiro final foi Elle e Vivian no Havaí, em cadeiras de praia, bebendo margaritas e de mãos dadas”, disse Jessica. “A insinuação era que elas eram melhores amigas ou que haviam ficado juntas romanticamente.”⁠

Embora as roteiristas de Legalmente Loira, Kirsten Smith e Karen McCullach, tenham dito que não escreveram esse final, Alanna Ubach (em inglês) — que interpretou Serena, a outra melhor amiga de Elle — disse que também se lembrava do caso.


Leia também

Se você está gostando deste conteúdo, é provável que também se interesse pela nossa publicação mais recente:


Legalmente Loira

Sinopse

Ela é uma garota de irmandade que faria de tudo para ficar com o namorado. Até mesmo entrar para o curso de direito! Estrelando Reese Witherspoon, Luke Wilson, Selma Blair e Victor Garber. Uma comédia que combina com diversão.

Trailer

Veja o trailer de Legalmente Loira:


Leia também


Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias: