logo
/ Pexels
Estilo de Vida 08/03/2021

Estresse da pandemia causa queda de cabelo; como lidar com o problema

Por : Redação

Você está sofrendo de queda de cabelo e não consegue encontrar uma explicação? Pois saiba que a própria pandemia pode ser o motivo. O estresse de estar presa, a tristeza por não ver entes queridos e a incerteza de poder se infectar podem fazer com que os fios se desprendam da cabeça. Saiba mais sobre o tema:

 

Leia também

 

Como lidar com a perda de cabelo

As pessoas que sofreram de covid-19 estão adotando dietas anti-inflamatórias — isto é, que deixam de lado alimentos como álcool, açúcar e glúten — e fazendo massagens capilares.

Já as pessoas que não foram infectadas pelo vírus começaram a ingerir suplementos alimentares e a usar shampoos para melhorar a aparência e a saúde do cabelo. Afinal, ficar trancado o dia todo impede que o cabelo receba luz solar e as vitaminas essenciais para a sua saúde.

 

Cortes de cabelo

Além de suplementos nutricionais e máscaras capilares, outra opção para lidar com a queda de cabelo é optar por cortes que projetam a ilusão de que a juba está espessa.

O mais recomendado nesses casos é apostar em estilos em camadas que dão volume aos cabelos. “Com esse tipo de corte estratificado, evita-se a aparência de linha média muito larga ou de entradas muito descobertas”, explica o portal QG.

 

Ajuda de especialista

Embora seja difícil viver em tempos de pandemia, uma das medidas mais importantes é não se estressar com a queda de cabelo.

Antes de experimentar os métodos caseiros, é imprescindível consultar um dermatologista.

 

Eflúvio telógeno

O termo científico para queda temporária de cabelo devido a altos níveis de estresse, febre ou outras doenças é “eflúvio telógeno”. A principal solução seria eliminar o estressor.

No entanto, em face da pandemia, não podemos fazer nada. É por isso que é importante seguir as recomendações acima; caso contrário, a condição pode passar de temporária a permanente.

 

Leia também