logo
/ Unsplash
Estilo de Vida 03/03/2021

Síndrome do impostor: como evitá-la para ser mais feliz

Por : Redação

Você já sentiu como uma fraude que não merece as suas conquistas? Esse sentimento é conhecido como síndrome do impostor, e é cada vez mais comum entre as mulheres.

De acordo com pesquisa publicada no International Journal of Behavioral Science, cerca de 70% das pessoas experimentam essa sensação em algum momento da vida. Saiba mais sobre o tema.

 

Leia também

 

Como é a síndrome do impostor

A síndrome do impostor dá a você a ideia de que as suas conquistas são mera sorte, e não resultado do seu talento e do seu trabalho duro. Ela faz você acreditar que não merece o que tem e que os outros vão “descobrir” que você não é boa o suficiente.

Mas tudo isso é uma construção da sua cabeça. Geralmente surge quando você é perfeccionista, pois tem expectativas muito altas e qualquer erro leva você a questionar a sua própria habilidade.

Duvidar demais de si mesmo faz com que você se afaste de pessoas ou de empregos importantes e isso, no longo prazo, termina em um círculo vicioso de angústia.

 

Como lidar com a síndrome do impostor

Quebre o silêncio

Não tenha vergonha de expressar o que sente. Nomear as suas emoções ajuda a separar os sentimentos dos fatos. Dizer que você se sente um fracasso não significa que você o seja.

Para cada coisa ruim que você disser sobre si mesmo, diga algo bom. Aos poucos, elimine o mal do seu vocabulário para que o bom seja superado.

 

Acentue o positivo

Ser uma perfeccionista significa que você se preocupa profundamente com a qualidade do seu trabalho. O segredo é continuar buscando a excelência quando mais importa. Perdoe-se quando algo não vai do seu jeito. Você é humana.

 

Desenvolva uma resposta saudável aos erros

O fracasso é apenas a chance de começar de novo de uma forma mais inteligente. Em vez de se punir por falhar, faça o que os jogadores de um time perdedor fazem e tire o máximo de aprendizado possível.

 

Leia também