logo
/ Unsplash
Estilo de Vida 17/02/2021

Questão de saúde: 8 motivos para dizer ‘não’ à depilação

Por : Redação

Durante anos, as mulheres utilizaram vários métodos de depilação em diversas áreas do corpo para seguir o padrão de beleza. Porém, pouco se falava sobre os riscos de remover os pelos do corpo.

É importante ter em mente que as reações à depilação podem ser diversas e, portanto, existem problemas que podem afetar uma grande porcentagem de mulheres.

Confira alguns dos motivos pelos quais não há problema em não depilar e se juntar à luta pela aceitação e amor próprio:

 

Leia também

 

Infecções

A cera pode causar danos à pele e micro-feridas que se tornam uma forma de adquirir infecções facilmente.

 

Queimaduras

Todos os métodos de depilação apresentam riscos de queimaduras. Da cera aos lasers, quando não estão bem regulados.

 

Pelos encravados

Este é um dos problemas mais comuns entre as mulheres que depilam. O cabelo volta a crescer após o uso da cera ou da navalha, mas não sai da pele. Isso pode causar uma infecção na área.

 

Irritação crônica

Alguns produtos não são compatíveis com o nosso tipo de pele, por isso podem causar alergias que deixam comichão, vermelhidão e ardor na zona.

 

Hiperpigmentação

As feridas, as irritações e os pelos encravados podem fazer com que a área comece a escurecer.

 

Cicatrizes

Com o tempo e as lesões constantes, a pele para de cicatrizar tão bem como no início. Então, você pode notar o surgimento de cicatrizes nas áreas depiladas.

 

Abcessos

É um dos riscos mais graves e comuns que existem. Eles podem ser causados ​​por uma infecção ou por pelos encravados. É uma lesão muito dolorosa e, em alguns casos, é necessário tratá-la com antibióticos e métodos cirúrgicos.

 

Lesões em áreas delicadas

A área genital é uma das mais sensíveis, e muitas mulheres decidem não ter pelos nessa região. O risco está em danificar a pele mais delicada e criar lesões difíceis de tratar.

 

Leia também