3 mitos que você deve superar se está solteira aos 30 anos

Siga

Nova Mulher
Unsplash

As mulheres vivem sob a pressão para ter alguém com quem compartilhar a vida. A sociedade nos faz acreditar que ter um parceiro é igual a ser plena, feliz e bem-sucedida — o que também nos faz pensar que, se estamos solteiras, nunca estaremos satisfeitas.

Se você acabou de terminar um relacionamento ou é a eterna solteira do seu círculo social, por alguma razão, as pessoas sempre pensarão que você é miserável sem alguém ao seu lado. Com tantos preconceitos, é fácil começar a questionar sua solidão.

Aqui estão três coisas para parar de pensar se você não tem um parceiro aos 30 anos:

 

“Eu não sou suficiente”

A primeira coisa é parar de pensar que você não é bonita ou interessante o suficiente para alguém notá-la. Você não precisa da aprovação nem de uma “metade da laranja” para se sentir completa.

Você é suficiente por conta própria. Se você acredita no seu valor, outras pessoas verão essa confiança em você. Lembre-se: você é uma força total por conta própria.

 

“Minha ‘solteirice’ atrapalha minha vida”

Seu status de relacionamento não deve ofuscar todas as outras coisas incríveis que estão acontecendo em sua vida. Há muitas pessoas que não entendem que, às vezes, estamos focadas em melhorar outras áreas da nossa jornada.

 

“Sou solteira e isso é uma ‘maldição’”

Quem disse que ter um relacionamento é a chave para a felicidade? Então pare de pensar que você está condenada a ficar sozinha para sempre.

Você é ótima e merece alguém à sua altura. Além disso, não há nada melhor do que ser uma mulher independente (mesmo quando você está em um relacionamento).

Divirta-se e viva sem culpa. Afinal, você está aprendendo o que é realmente importante para você.

 

Leia também

Sim, é possível voltar alguém que foi rejeitado no Tinder; veja como

Sim, é possível voltar alguém que foi rejeitado no Tinder; veja como

Calma, miga, é possível voltar alguém que foi rejeitado no Tinder; veja como