logo
/ Reprodução/Nueva Mujer
Estilo de Vida 29/12/2020

Réveillon: como evitar o desconforto causado por comer à noite?

Por : Nova Mulher

Especialistas costumam dizer que comer à noite não é conveniente para sua saúde.

Essa é uma situação que nos coloca em apuros se considerarmos que o Ano-Novo está se aproximando. Afinal, muitas famílias já estão pensando no jantar que vão preparar, refeição que geralmente é servida por volta da meia-noite.

Felizmente, existem alternativas alimentares e dicas que podemos colocar em prática para evitar os desconfortos típicos causados pela alimentação à noite, como peso estomacal, inchaço, refluxo gastroesofágico (acidez) e até distúrbios do sono.

A diretora da carreira de Nutrição e Dietética na Sede da Universidade de Las Américas, Viña del Mar, Gabriela Lizana, dá uma série de recomendações:

 

Alimentos leves e fáceis de digerir

Neste feriado, os alimentos mais consumidos são proteínas animais (carne) e carboidratos (batata e arroz), que são digeridos mais lentamente e podem causar desconforto.

Portanto, é preferível jantar alimentos mais leves e fáceis de digerir. Por exemplo: vegetais, principalmente folhosos ou verdes (alface, repolho, aipo, chicória, pepino e espinafre e acelga crua). Estes são compostos principalmente de água e fibra, são de baixa contribuição calórica e causam saciedade rápida.

Em carboidratos, recomenda-se privilegiar cereais como milho, ervilha e aveia. Quanto às proteínas, prefira peixe ou outras carnes brancas, como peru ou frango, que são mais fáceis de digerir do que carnes vermelhas.

 

Alimentação leve durante o dia

Se você vai comer à noite, e considerando que essa atividade não é feita com frequência, é preferível comer mais leve durante o dia.

Pode ser um prato vegetariano, saladas verdes acompanhadas de ovo, atum ou cavala e até uma parte de leguminosas.

Estes últimos possuem um suprimento de fibras e proteínas de origem vegetal que facilitam o esvaziamento do cólon.

 

Respeite a distribuição do prato e suas porções

Tanto nos almoços quanto nos jantares, é essencial respeitar a distribuição do prato de alimentação e suas porções. São três partes:

  • ½ do prato deve conter legumes;
  • ¼ do prato deve ter carboidratos;
  • o outro ¼ deve ser proteína.

Evite repetir ou comer até ficar saturado. Coma devagar, levando pelo menos 20 minutos para comer. Este é o momento em que a comida chega ao estômago, liberando hormônios que enviam o sinal de saciedade.

Uma boa estratégia para esta ocasião é trocar o prato tradicional pelo prato de pão, que é menor em tamanho. Comece sempre comendo os vegetais, depois a proteína e no final os cereais.

 

Líquidos e bebidas alcoólicas

Se possível, evite bebidas com gás ou sucos artificiais, mesmo os sem açúcar, limitando seu consumo a não mais do que um copo durante o jantar.

Líquidos como sucos naturais, águas aromatizadas com fatias de laranja, pepino ou limão (alto poder purificador) podem ser privilegiados.

Também podem ser consumidas infusões de chá verde, gengibre, hortelã ou chá áspero.

Se você vai comer à noite e beber álcool, não consuma mais de dois copos. Sua contribuição calórica e glicêmica é muito alta.

 

Sobremesas

Para o jantar de Ano-Novo, tente evitar sobremesas, sobretudo aquelas feitas artificialmente, que contêm muito açúcar e creme, como bolos, bolos e sorvetes.

Prefira frutas naturais ou sobremesas caseiras com leite desnatado, pois são mais leves e fáceis de digerir. Algumas opções são: salada de frutas, gelatina, creme, leite assado ou sorvete caseiro à base de frutas, água e leite.

 

Melhores alternativas

Se possível, durante as refeições não tempere alimentos com maionese. Para melhorar o sabor dos alimentos, use sal e pimenta ou preparações como um molho de iogurte natural com alho e cebolinha.

 

Cronograma sugerido

Sirva o jantar pelo menos duas horas antes de dormir. O horário ideal é às 22h — isso considerando que grande parte da família não vai dormir antes da meia-noite.

 

Fonte: Nueva Mujer