Engordar e outros problemas por dormir tarde que farão você pensar duas vezes

Siga

Nova Mulher
Reprodução/Nueva Mujer

É importante não dormir tarde demais, descansar o necessário e acordar bem todos os dias para ter um bom desempenho tanto no trabalho quanto na vida pessoal.

“Dormir bem é um dos três pilares fundamentais para a boa saúde, bem como uma dieta equilibrada e exercícios regulares”, explicou a Associação Mundial de Medicina do Sono à BBC.

Aqui estão alguns dos riscos que você correrá se você não dormir bem, pelo menos 8 horas por dia:

 

Gordura

Acredite ou não, ficar acordada engorda — especialistas apontam que você pode ganhar até um quilo por semana!

Seu corpo sofre do descuido a que você se submete, e isso se reflete em sua saúde, quer você coma mal ou demais por causa do estresse ou mau humor.

Isso foi verificado em um estudo no qual mulheres que dormiam menos de 6 horas por dia apresentaram maior índice de massa corporal e de visfatina (proteína secretada por células de gordura).

A Associação Mundial de Medicina do Sono ressalta que “dormir bem é essencial para a regulação metabólica, especialmente em crianças, e há evidências entre horas de sono e obesidade infantil”.

 

Saúde mental

Dormir tarde pode afetar sua saúde mental, pois especialistas indicam que não descansar adequadamente pode levar a transtornos físicos, mentais e comportamentais.

Shirley Cramer, diretora executiva da Royal Public Health Society, explica que “a saúde mental é uma questão particular e é, de certa forma, um círculo vicioso, se você tem problemas mentais, você dorme pouco, e vice-versa. E você se sente cada vez pior”.

A falta de sono está ligada à depressão, ansiedade e problemas psicológicos, por isso é mais uma razão para ter uma boa noite de sono e descansar bastante.

 

Acidentes

Embora você ache que é extremo, quando você não dorme bem, você tem grandes chances de um acidente, porque você não está atento e você pode dormir em situações nas quais tem que estar alerta.

A Administração Nacional de Segurança no Trânsito dos Estados Unidos revelou que 40 mil pessoas “sofrem ferimentos todos os anos devido a problemas relacionados à privação do sono, e 1.550 pessoas morrem nesses acidentes”.

 

Diabetes

Pouco sono faz com que os níveis de cortisol e hormônio de crescimento aumentem — hormônios que são importantes para manter a insulina sob controle.

Além disso, “as pessoas que dormem pouco têm níveis mais elevados de substâncias como TNF-alfa, interleukin-6 e proteína C-reativa, todas substâncias que aumentam a resistência à insulina”, de acordo com o Instituto do Sono.

 

Fonte: Nueva Mujer