Pelos faciais em mulheres: causas e tratamentos

Siga

Nova Mulher
Reprodução/Nueva Mujer

Normalmente, as mulheres têm cabelos finos nos lábios e no queixo, peito, abdômen ou costas. O crescimento de cabelos escuros e grossos nessas áreas (mais típico do padrão de crescimento capilar masculino) é chamado de hirsutismo.

 

Leia também

https://www.novamulher.com/nmbr/preview/mascaras-caseiras-com-mel-e-oleo-de-coco-para-um-rosto-livre-de-acne-preview.shtml

 

Causas

Segundo o portal MedlinePlus, é comum que a condição seja herdada. Uma causa comum de síndrome do ovário policístico (SPC). Mulheres com essa síndrome e outras condições hormonais que causam crescimento capilar indesejado também podem ter:

  • acne;
  • problemas com menstruação;
  • problemas de perda de peso;
  • diabetes.

 

Ajuda médica

Especialistas relatam que, se esses sintomas começarem de repente, você pode ter um tumor que secreta hormônios masculinos. Então, um médico deve ser consultado se:

  • o cabelo cresce rapidamente;
  • também tem traços masculinos como acne, engrossamento da voz, aumento da massa muscular, padrão masculino de afinamento capilar, aumento do tamanho do clitoral e diminuição do tamanho dos seios;
  • você está preocupada que o remédio que você está tomando pode estar aumentando o crescimento de cabelos indesejados.

 

Remoção do cabelo

Para remover o cabelo, existem diferentes tipos de tratamentos. São eles:

Medicamentos

Drogas como pílulas anticoncepcionais e antiandrogênicos são uma opção para algumas mulheres, recomendadas por ginécologos.

 

Eletrólise

A corrente elétrica é usada para destruir permanentemente folículos capilares individuais para que eles não cresçam de volta. Este método é caro e múltiplos tratamentos são necessários. Pode ocorrer inflamação, cicatrizes e vermelhidão da pele.

 

Energia laser direcionada para a cor escura (melanina) nos cabelos

Este método é melhor para uma grande área de cabelo muito escuro. Não funciona com cabelos loiros ou ruivos, quanto mais preto e mais forte for, melhor.

 

Na maioria das vezes, o hirsutismo não causa problemas de saúde. Mas muitas mulheres acham isso irritante.

 

Fonte: Nueva Mujer