Saúde e Bem-estar

Pela primeira vez em 10 anos, vacina contra o HIV chega à última fase

Pexels

A Aids é uma doença sexualmente transmissível que matou milhões de pessoas. Embora o progresso da doença tenha se tornado significativo no início da década de 1990, ela continua sendo um problema global de saúde pública.

ANÚNCIO

Atualmente, “o colapso dos serviços essenciais de HIV causados pela pandemia COVID-19 está colocando em risco muitas vidas. Qualquer atraso na prestação desses serviços pode expor muitas populações vulneráveis ao aumento dos riscos de infecção pelo HIV e mortes relacionadas à Aids”, diz a Organização Mundial da Saúde (OMS).

 

Leia também

 

Além disso, “o aumento do acesso a serviços médicos de qualidade, tratamento e prevenção contínua deve ser a estratégia contra essa pandemia que nos sobrecarrega. Uma abordagem comprovada de saúde pública deve ser dada para reduzir a incidência e a propagação da doença”.

 

Novos avanços no HIV

Por outro lado, o El País relata que, pela primeira vez em mais de 10 anos, um protótipo de vacina contra o HIV chegou à última etapa de testes dando esperança ao mundo inteiro.

ANÚNCIO

Ainda não é hora da eliminação, pois dificilmente está na terceira fase onde é determinado se ele é capaz de proteger contra a transmissão do vírus.

Ela usa a mesma tecnologia da empresa farmacêutica que tem sido usada no covid, “um adenovírus modificado para que ele transporte dentro das células do sujeito o DNA de suas proteínas mais representativas para que o corpo do indivíduo crie anticorpos contra eles”, relata um artigo do meio espanhol.

O estudo ainda vai durar de 24 a 36 meses, segundo Antonio Férnandez (pesquisador do farmacêutico), em artigo no The Lancet.

 

Fonte: Nueva Mujer

ANÚNCIO

Recomendado:

Tags


Últimas Notícias