Levando uma vida tranquila longe das passarelas, Claudia Schiffer completa 50 anos

Reprodução / Architectural Digest / Lucie McCullin

Assim como Brigitte Bardot está para os anos 60, Claudia Schiffer está para os anos 90. Duas décadas atrás, a supermodelo alemã era amplamente considerada a 'top das top models', assim como Bardot havia sido em sua época.

Porém, antes de completar 30 anos de idade, Claudia decidiu se aposentar das passarelas. Desde então, pouco se sabe sobre a tímida loira de olhos azuis que liderou um poderoso exército de modelos com Naomi Campbell, Cindy Crawford e Carla Bruni, que na virada do século eram tratadas como estrelas do Rock.

Agora, aos 50 anos (recém-completados, no dia 25 de agosto), Claudia Schiffer leva uma vida tranquila em uma casa de campo no interior da Inglaterra com o marido e seus 3 filhos. Longe dos holofotes e  focada apenas em seus negócios, Claudia nunca se desvinculou da moda, indústria que lhe deu fama e fortuna (a revista Forbes avalia o patrimônio da supermodelo alemã em mais de 55 milhões de dólares). Entretanto, agora ela vê as coisas de um outro ângulo: o do design.

Segundo informou o DW, da Alemanha, atualmente Cláudia desenha roupas e acessórios para a sua própria marca – que leva o seu sobrenome – e também colabora outras marcas menores com as quais simpatiza. Em 2006, em uma das suas últimas aparições públicas, ela participou da cerimônia de abertura da Copa do Mundo da Alemanha, carregando a taça do torneio ao lado de Pelé.