Chefe ruim faz tão mal à saúde quanto cigarro, diz estudo

Reprodução

Um ambiente de trabalho dirigido por um ‘chefe tóxico’ pode causar estresse excessivo e prejudicar seriamente a saúde dos trabalhadores, de acordo com estudo realizado pela Harvard Business School e Stanford University.

O estudo tem como base 200 trabalhos desenvolvidos por especialistas em ambiente de trabalho que afirmam que a quantidade de estresse causada pelo trabalho pode gerar danos muito parecidos com os ocasionados pelo cigarro aos fumantes passivos.

Esse ambiente de trabalho, segundo o estudo, está ligado a alterações nos triglicérides, que aumentam o risco de doença cardíaca, doenças mentais e até desenvolvendo sintomas de depressão nos trabalhadores.

Com informações do site 24 horas.