Alimentos afrodisíacos: eles existem e realmente funcionam? Descubra a resposta

Pexels

Quando se trata de ter um encontro amoroso, todo mundo quer ter um alto apetite sexual. Portanto, se há um jantar romântico antes, é uma ótima ideia consumir alimentos afrodisíacos.

Mas os alimentos afrodisíacos realmente existem? E, se assim for, como aumentam o apetite sexual? De acordo com o portal Medical Boston Group, existem certos alimentos que melhoram nosso humor, são vasodilatadores e estimulam nossos hormônios.

No entanto, quando falamos de afrodisíaco, não estamos falando apenas de comida, mas também de aromas que melhorarão a sensibilidade, energia, relacionamento e romantismo. Aqui estão alguns deles:

 

Chocolate

É rico em um aminoácido chamado triptofano, que diminui o estresse, aumenta o humor e promove o relaxamento.

Também estimula a secreção da dopamina, que regula a motivação e o desejo de repetir coisas ou atos que nos proporcionem prazer.

 

Canela

Gera calor e, portanto, nos faz aumentar a temperatura e a vasodilatação. Além disso, tem um cheiro e sabor muito agradáveis, o que produz relaxamento e bem-estar.

 

Vinho

Contém uma infinidade de aminas que nos ajudam a nos manter em um estado de relaxamento. Melhora a circulação sanguínea, estimula a vasodilatação e o relaxamento e melhora a emoção.

 

Banana

Contém vitaminas e minerais que ajudam na produção de hormônios sexuais e promovem a estimulação sexual. Também tem vitamina B e potássio, fundamentais para os hormônios sexuais.

 

Ostras

É concedida propriedades afrodisíacas para seu alto teor de zinco, o que ajuda a produzir alguns hormônios como testosterona ou prolactina.

 

Alimentos picantes

Capsaicina picante, como pimenta e pimentão, aumentam a temperatura corporal estimulando a circulação sanguínea.