Famosos

Shakira critica ‘Barbie’ e os internautas não deixam barato: “e os seus filhos”?

Cantora critica o filme e os internautas apontam tudo o que “ela não entendeu”

Shakira

Enquanto Shakira continua a promoção de seu novo álbum, ‘Las mujeres ya no lloran’, após sete anos de pausa desde que lançou ‘El Dorado’, uma nova polêmica surgiu. Em uma recente entrevista com a revista ‘Allure’, Shakira expressou críticas ao filme ‘Barbie’, dizendo que seus filhos “odiaram absolutamente” e apontando-o como “castrador”.

“Os meus filhos absolutamente odiaram. Sentiram que era castradora e, em certa medida, concordo com eles. Estou a criar dois rapazes, quero que se sintam poderosos [enquanto] respeitam as mulheres. Gosto da cultura pop quando tenta capacitar as mulheres sem tirar dos homens a possibilidade de serem homens, de proteger e prover também”, afirmou.

Shakira junto a sus hijos Sasha y Milan

E continuou: “acredito em fornecer às mulheres todas as ferramentas e a confiança de que podemos fazer tudo sem perder nossa essência, sem perder nossa feminilidade. Acredito que os homens têm um propósito na sociedade e as mulheres também têm outro propósito. Nós nos complementamos e essa complementaridade não deve se perder”.

Recomendados

O que foi dito pela colombiana dividiu opiniões entre aqueles que concordam que o filme da Barbie foi "longe demais" na forma como representa o empoderamento das mulheres e aqueles que afirmam que "não entendeu" a verdadeira mensagem e que é algo que está "esquecendo" de ensinar aos seus filhos.

O que os internautas estão dizendo sobre a crítica de Shakira?

Nas redes sociais, internautas têm expressado sua discordância em relação às palavras emitidas pela intérprete de 'Antología', apontando que é "incongruente" se apresentar como um ícone feminista e criticar um filme que supostamente promove a mesma mensagem.

Shakira

“A opinião de Shakira sobre ‘Barbie’ é indefensável. Por um lado, ela nem sequer entendeu a mensagem do filme e, por outro lado, o fato de seus filhos acharem que ‘é castradora’ só mostra que ela pode estar criando dois machões como o pai”, disse uma usuária no Twitter, enquanto outra expressou: “Shakira transmitindo uma mensagem de empoderamento feminino em suas músicas, mas depois criticando um filme que tem a mesma mensagem. Não encontro lógica”.

Shakira

E outra escreveu: “É que isso está indo de mal a pior, não percebe que está criando dois mini Piqués (referência ao pai) e repetindo o ciclo infinitamente.”

Embora muitos tenham apoiado os comentários de Shakira, reconhecendo a importância de criar crianças que valorizem e respeitem as mulheres, aqueles que defendem a mensagem do filme nos lembram do verdadeiro significado.

‘Barbie’ não é anti-homens

‘Barbie’ não busca denegrir nem ridicularizar o homem. Pelo contrário, se apresenta como uma paródia invertida, onde Ken adota o papel de ‘dama em apuros’, sem poder, não sendo levado a sério e centrando sua existência em chamar a atenção de seu interesse romântico.

Barbie película

O filme se passa em Barbieland, um sistema matriarcal onde as Barbies (as mulheres) realizam todos os trabalhos importantes, enquanto os Kens (os homens) vivem subordinados a elas, mas o objetivo ao mostrar isso não é “empoderar as mulheres roubando dos homens a possibilidade de serem homens, de proteger e prover também”, como mencionou Shakira.

O filme mergulha em aspectos da feminilidade, explorando as experiências e desafios que as mulheres enfrentam na sociedade atual. No entanto, também se aventura em território menos explorado ao abordar o tema da masculinidade frágil representada no personagem Ken.

Embora inicialmente seja apresentado que o senso de identidade de Ken vem exclusivamente da validação de Barbie, algo que ela raramente dá, as coisas mudam no final, precisamente a favor de todos.

Shakira y sus hijos se convirtieron en inspiración para el disfraz de Halloween de una mujer.

Depois que Ken visita o mundo real e descobre o patriarcado, ele trata Barbie da mesma forma que ela o tratou. Quando ele volta para Barbieland, ele ensina aos outros a fazerem o mesmo com suas companheiras. Embora pareça funcionar no início, elas descobrem que têm liberdade para tomar suas próprias decisões e serem poderosas, algo que Barbie (interpretada por Margot Robbie) acaba ensinando a Ken (interpretado por Ryan Gosling).

Ken diz a Barbie: “simplesmente não sei quem sou sem você”, ao que ela responde: “você é Ken”. “Mas são Barbie e Ken. Não existe apenas Ken”, ele aponta. E Barbie diz: “E se for Barbie E Ken?”. Barbie diz a ele que ele tem que descobrir quem ele é sem ela, o que é fundamental na lição que Shakira quer ensinar aos seus filhos, mesmo que ela acredite que o filme não o fez em relação ao fato de que eles podem ser o que quiserem e que são dignos.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM