Netflix

Protagonistas de ‘Berlim’ revelam os segredos por trás do esperado spin-off

Michelle Jenner e Joel Sánchez falaram sobre os desafios que enfrentaram

Berlín

“Apenas existem duas coisas que podem transformar um dia terrível em um dia maravilhoso: uma é o amor e a outra é uma fortuna milionária”, é a premissa de ‘Berlim’, o tão esperado spin-off de ‘La Casa de Papel’ com o qual a Netflix promete encerrar o ano com chave de ouro.

Os assaltantes de ‘La Casa de Papel’ podem ter alcançado seu objetivo após cinco temporadas, mas isso não significa que seja o fim da história, e a Netflix soube muito bem como manter o espectador querendo saber mais sobre Berlim (Pedro Alonso), um dos personagens mais aclamados da série.

Alex Piña, criador da série, advertiu que seria “uma viagem à época dourada do personagem, quando ele roubava pela Europa loucamente apaixonado”.

Recomendados

Agora, em uma entrevista exclusiva da Netflix, Michelle Jenner, que interpreta Keila, e Joel Sánchez, que dá vida a Bruce, revelaram alguns segredos dos bastidores, bem como os maiores desafios que enfrentaram com essa nova história. Ambos se juntam a Pedro Alonso como dois personagens que serão chave em seu desenvolvimento como assaltante.

“Eu senti que Keila estava saindo. Eu estava muito livre para ver como ela saía e como me sentia. Foi surgindo. Na verdade, acho que o personagem acabou ficando um pouco mais engraçado do que eu pensava que seria, mas isso acontecia porque ela tem essa personalidade tão sensível e o mundo real é tão grande para ela que de repente ela se vê envolvida em situações para as quais não está preparada”, comentou Jenner.

Berlín

Uma história de origem que merece ser contada

Em ‘La Casa de Papel’, um grupo de estranhos com apelidos de cidades se unem para roubar a Casa da Moeda da Espanha com um plano criado pelo Professor (interpretado por Álvaro Morte) e executado por Berlim. Mas agora veremos com mais profundidade a origem deste personagem, do qual já tivemos alguns vislumbres através de flashbacks nas últimas temporadas de ‘La Casa de Papel’ e que até agora nos mantiveram tão intrigados.

Sobre trabalhar nesta série, Joel Sánchez disse que tem sido "uma sensação de gratidão muito grande". "No final das contas, tive a sorte de encontrar uma profissão brutal e maravilhosa, além de um grupo de pessoas espetacular. E também, em parte, sinto satisfação porque aceitei um desafio muito grande que era totalmente novo para mim, e a verdade é que passou rápido e isso significa que eu aproveitei muito. Tenho muita sorte de poder estar aqui", sentenciou.

Berlín

Jenner e Sánchez tiveram que trabalhar lado a lado para dar força a este projeto, o que o tornou uma garantia de qualidade assim como foi ‘La Casa de Papel’.

Por sua vez, Joel destacou a admiração que tem pela dedicação de Michelle no set. "Isso sai naturalmente para ela, ela tem tudo tão controlado na cabeça e tem uma mente tão prodigiosa nesse sentido que é incrível, mas ela é um amor. Michelle é super tranquila, também brincalhona, na verdade todo o grupo é muito brincalhão, estamos sempre nos divertindo, e Michelle é um pouco assim também".

A relação de Keila e Bruce será crucial

Michelle falou sobre como Keila e Bruce dão um toque especial à história, já que, por não terem "nada a ver", eles têm um relacionamento peculiar que será fundamental na história, além de acrescentarem um certo humor. "Keila é confortável na informática e computadores, em um mundo virtual. Ele é pura paixão, viver e sentir, e de repente, claro, é isso que os atrai um ao outro. É bonito, até engraçado, que eles tenham essa atração, que ao mesmo tempo se choquem e se gostem, mas não saibam como lidar com isso. É um relacionamento muito curioso".

De acordo com o ator, o maior desafio que enfrentou no set foi o fato de ser o seu primeiro projeto como ator e do gênero thriller.

Embora os mesmos criadores da série já tivessem avisado que esse spin-off seria diferente de ‘La Casa de Papel’, no sentido de ser “mais leve” e “com toques de comédia”, Michelle e Joel afirmaram que se trata de um thriller que, além disso, também tem romantismo e que tudo está perfeitamente conectado.

“Lembro que quando vimos o primeiro episódio, ri muito mais do que esperava, fiquei muito interessada e vi cada personagem super bem definido. Acredito que seja como um coquetel de muitos ingredientes que atraem. É uma série que te faz sentir bem, te dá boas vibrações, você gosta, quer ver mais. É uma série que você adora”, afirmou Michelle Jenner.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM