Famosos

Ary Borges, goleadora da seleção feminina na Copa do Mundo, só conheceu os pais aos 10 anos

Estrela do jogo de estreia do Brasil, Ary foi criada pelos avôs

Na última segunda-feira, 24 de julho, a seleção brasileira feminina de futebol fez sua estreia na Copa do Mundo realizada na Austrália e Nova Zelândia. Na partida contra a seleção do Panamá, Ary Borges, de 23 anos, marcou 3 gols.

Ary foi, indiscutivelmente, a estrela da partida e entrou para a lista de artilheiras da competição. A visibilidade e o espaço na mídia, levou a família a compartilhar a sua história.

A craque nasceu em São Luís, capital do estado do Maranhão, batizada Ariadina Alvez Borges, mais conhecida como Ary Borges, foi criada pelos avós até os 10 anos de idade. Quando a pequena Ary completou 2 anos de idade, os pais foram para São Paulo em busca de melhores condições de vida.

Recomendados

Ary Borges marca três gols em sua estreia na Copa do Mundo Feminina
Foto: @_aryborges

Aos 10 anos, Ary se mudou para São Paulo para viver com os pais. A mudança foi importante para a vida da maranhense porque foram os pais que motivaram a menina a entrar no mundo do esporte.

Além de acompanhar a filha, que já brincava de jogar bola com os primos no Maranhão, o pai de Ary a levou ao Centro Olímpico, onde fez teste para jogar nas categorias de base e iniciou sua trajetória no esporte.

Ary Borges

Carreira

Com passagens pelo Sport, de Pernambuco, São Paulo e Palmeiras, foi bicampeã do campeonato pernambucano e da Libertadores.

Grandes títulos e atuações memoráveis levaram Ary ao patamar que está hoje, destaque da seleção em uma Copa do Mundo. Aliás, pela seleção Ary conquistou o título da Copa América 2022 e tenta levantar a taça do torneio mais importante do futebol feminino.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM