Famosos

Preta Gil e seus afetos: O que a cantora tem a dizer sobre a fama de ‘pegadora’ e a solidão da mulher negra.

“As pessoas falavam de mim. Por muito tempo me colocaram nesse lugar, da ‘Preta pegadora’, como se eu não tivesse outros méritos.”

Preta Gil fala abertamente sobre seus relacionamentos em podcast Foto: Alice Venturi/Instagram

Mulher, negra, mãe, bissexual e fora dos padrões de beleza. Do alto dos seus 48 anos Preta Gil carrega características e vivências de milhões de brasileiras. Filha de Gilberto Gil, um dos maiores nomes da cultura brasileira, Preta se destaca pela sua autenticidade.

ANÚNCIO

Na última terça-feira, 31, ela deu uma entrevista para as amigas Giovanna Ewbank (36) e Fernanda Paes Leme (39) no podcast Quem Pode, Pod e refletiu sobre como seus relacionamentos homens famosos e, em sua maioria, brancos, podem ter tido relação com outros aspectos:

“Pesando um pouco a conversa, entra em um lugar da solidão da mulher negra. Eu fui durante muitos anos a única preta do rolê, da turma, da galera, não tinha. Era muito difícil ter homens negros nos ambientes. Homens negros ou mulheres negras que eu pudesse me relacionar. Então o estereótipo sempre foi dos meninos, dos galãs da televisão.”

Ela ainda conta sobre como o envolvimento com os famosos preencheu lacunas de sua autoestima naquele período:

“Então quando eu vi que na minha vida eu poderia realizar os meus sonhos, porque tinha o ator da novela que eu tinha acesso[...] quando eu vi que esse lugar preenchia uma coisa da minha autoestima, da minha carência e que me dava um pouco de passabilidade. [...] Então eu também alimentei isso por uma insegurança muito forte minha. De colocar nesse lugar da vaidade, de ser um pouco de troféu”.

Preta finaliza contextualizando suas impressões no passado e no presente:

“Hoje olhando, na época eu não via: por que é tão chocante eu ficar com um galã? Com um Paulinho Vilhena, com um Marcos Palmeiras?”

A cantora afirma que todo esse choque era causado pelo fato dela nunca ter sido uma mulher padrão. Descreve que além de ser negra, sempre foi assumidamente bissexual e esteve acima do peso, e que por isso o seus relacionamentos com os homens mais bonitos do momento sempre foram motivo de espanto.

ANÚNCIO

Tags


Últimas Notícias