Filmes e Séries

The Crown: Produtores da série dizem ter sua própria versão da ‘Operação London Bridge’

A quinta temporada da série tem estreia marcada para novembro deste ano

Imelda Staunton como Rainha Elizabeth II

A série The Crown é uma das produções mais famosas da Netflix. O drama conta a história da Rainha Elizabeth II do Reino Unido, desde seu casamento em 1947 até os tempos atuais. Com o passar das décadas, é possível acompanhar os bastidores da realeza, como romances, rivalidades e intrigas, assim como a vida de outros personagens históricos como princesa Diana, duque Philip de Edimburgo, príncipe Charles, entre outros.

No ano passado, a Netflix anunciou o retorno da série, com sua quinta temporada, para o segundo semestre desse ano, em novembro. A sequência trará a atriz Imelda Staunton assumindo o papel da rainha Elizabeth e a trama da família real, agora em uma nova década, nos anos 90.

Confira um recado de Imelda Staunton sobre a quinta temporada:

Assim que a rainha falece na vida real, o que acontece a seguir (desde o anúncio de sua morte até os preparativos para o funeral) é a Operação London Bridge, acreditando que a frase de código ‘London Bridge is Down’ será utilizada. Isso tem sido um codinome para se referir ao plano para o que acontecerá nos dias após o falecimento da rainha.

Os planos para esta operação foram desenvolvidos pela primeira vez na década de 1960 e é atualizado a cada ano.

Segundo fontes, os produtores de The Crown possuem sua própria Operação London Bridge para a morte, o que é considerado “particularmente pertinente” se estiver mesmo na produção.

Ainda sobre a quinta temporada da série, será explorada a polêmica entrevista da falecida princesa Diana ao BBC Panorama, que ganhou inúmeras manchetes globais, quando ela contou alguns detalhes sobre seu casamento com o príncipe Charles dizendo “havia três de nós neste casamento, então estava um pouco lotado”.

As fontes ainda incluem: “Isso refletirá o que sabemos agora sobre como a entrevista foi obtida e como Diana foi tratada”. Isso é devido a um relatório publicado há algum tempo, onde foi descoberto que a entrevista foi obtida sob ‘comportamentos enganosos’.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM