Famosos

Emilia Clarke relembra dois aneurismas e diz que parte do cérebro não funciona

Atriz chegou a descobrir a doença enquanto gravava a série de sucesso, Game Of Thrones

Emilia Clarke

A estrela do filme ‘Como eu era antes de você’ e da série ‘Game Of Thrones’, Emilia Clarke, revelou no último domingo (17), que perdeu parte de seu cérebro após ter sofrido dois aneurismas, sendo o primeiro em 2011, e outro em 2013, enquanto gravava a série.

Em entrevista ao Sunday Morning, programa da BBC One, a atriz contou um pouco mais sobre como está atualmente. “Uma parte do meu cérebro não é mais utilizável. É notável que eu seja capaz de falar, as vezes de forma articulada, e viver minha vida normalmente, sem absolutamente nenhuma consequência” revelou. Ela afirma fazer parte de uma minoria ‘muito, muito, muito pequena de pessoas que podem sobreviver a isso’.

Emilia, que hoje está com 35 anos, conta que tem sorte de poder continuar realizando seu trabalho e relembra como se sentiu. “Foi apenas a dor mais excruciante, vômitos enormes, tentando recuperar a consciência. Fiquei dizendo falas minhas da série na cabeça. Se você está vomitando e tem dor de cabeça, isso não é bom para seu cérebro” revela.

Recomendados

Já recuperada, a artista relata que, após ver o resultado de seus exames, se surpreende por conseguir viver normalmente e como maravilhoso o corpo humano pode ser. “Realmente falta um pouco (do cérebro), o que me faz rir sempre. Porque em casos de derrames, basicamente, assim que qualquer parte do seu cérebro não recebe sangue por um segundo, ele desaparece. Isso meio que mostrou o quão pouco de nossos cérebros realmente usamos” destaca.

Depois de seus aneurismas e com o processo de reabilitação, a atriz revela que passou a se aceitar mais como ela é. “Eu pensei: ‘Bem, isso é quem você é. Este é o cérebro que você tem.’ Portanto, não faz sentido quebrar continuamente seus cérebros sobre o que pode não estar lá” encerrou.

Em maio de 2019, Clarke então resolveu fundar o instituto de caridade Same You, que foca em ajudar pessoas que foram afetadas por lesões cerebrais e derrames.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM