Netflix

Emily em Paris: ministro da Ucrânia critica estereótipo na série

A nova temporada de Emily em Paris deu o que falar nas redes sociais

A nova temporada de Emily em Paris, série da Netflix, não deixou muitas pessoas felizes. Isso porque muitos internautas apontaram que novos episódios apresentavam estereótipos de nacionalidades.

Até Oleksandr Tkachenko, ministro da cultura da Ucrânia, reparou isso e decidiu se pronunciar, principalmente sobre a personagem Petra.

“Em Emily em Paris temos a caricatura de uma ucraniana que é inaceitável. E também é ofensivo. É assim que os ucranianos serão vistos no exterior? Como quem rouba, quer ter tudo de graça, tem medo de deportação? Esse não deveria ser o caso”, escreveu.

“Além disso, com a popularização de nossa cultura, europeus e americanos ouviram falar de nossos artistas e muito mais. Pelo menos sobre a maestra Oksana Lyniv, a tenista Elina Svitolina, a cantora Jamala, a estilista Vita Kin, mas isso provavelmente não é suficiente”, complementou.

“E teremos que continuar lutando contra os estereótipos. Porque se nos anos 1990 e 2000, os homens ucranianos eram retratados principalmente como gângsteres, com o tempo isso mudou”, disse.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM