Filmes e Séries

Você sabia? Esses atores já foram substituídos em séries

Após o episódio piloto, eles foram trocados por outros atores para interpretar personagens importantes nessas produções de sucesso

Você já pode ter percebido que alguns atores que aparecem episódios piloto ou nos primeiros episódios de uma séries, às vezes, são substituídos por outros. Seja por uma ironia do destino ou até mesmo por outros compromissos firmados, alguns desses interpretes acabam caindo no esquecimento do público, outros encontram outras produções que os lançam ao estrelato. Veja abaixo 10 séries que trocaram atores depois do episódio piloto:

1. Katie-Penny: ‘The Big Bang Theory’

De Amanda Walsh a Kaley Cuoco.

Originalmente pensada como a antagonista da série, a Katie original era uma garota temporariamente sem-teto devido a um rompimento e que Sheldon abrigou em sua casa, mas que, apesar da boa ajuda dos amigos, não parava de zombar deles. Após reação negativa do público, a equipe de roteiristas realizou um segundo piloto em que trouxe Penny muito mais carinhosa, desta vez interpretada por Kaley Cuoco.

2. Willow Rosenberg: ‘Buffy, a caça vampiros’

De Riff Regan a Alyson Hannigan.

A mudança de atriz cabia aos executivos da Warner Bros. “[Regan] simplesmente não deu certo”, disse a diretora de elenco do programa, Marcia Shulman. Além disso, Shulman acrescentou que “as qualidades que Willow tinha que ter são exatamente as qualidades opostas que as atrizes devem ter: alguém inseguro, tímido, modesto.” O verdadeiro motivo por trás da decisão ainda é desconhecido, mas alguns anos depois Regan desistiu de atuar.

3. Roz Doyle: ‘Frasier’

De Lisa Kudrow a Peri Gilpin.

Esta é uma história com final feliz. Na NBC, eles procuravam alguém para interpretar a ousada produtora do programa de rádio comandado por Frasier Crane, alguém feroz e viciado. E, em princípio, eles tinham sua atriz ideal: ela veio da série ‘Cheers’, da qual ‘Frasier’ foi um spin-off. Lisa Kudrow, Roz Doyle, foi a escolha natural. No entanto, após uma audição diante das câmeras, a dissociação absoluta entre os modos excêntricos de Kudrow e o carisma de seu personagem ficou clara e o assunto foi resolvido. A atriz foi demitida (o discurso em que ela o explica bem conhecido) e a próximo candidata, Peri Gilpin, foi contratada, que ficaria por onze temporadas no papel. Felizmente para Lisa Kudrow, que mudaria o papel para ir para a comédia mais popular da história da televisão, Friends.

4. Daenerys Targaryen: ‘Game of Thrones’

De Tamzin Merchant a Emilia Clarke.

Esta mudança deve nos preocupar além da face da Mãe dos Dragões. A Daenerys original (Tamzin Merchant, de ‘The Tudors’) tentou partir por conta própria, mas as condições de demissão e alguns colegas conseguiram convencê-la a ficar: “Aí me encontrei nua e assustada em Marrocos e a cavalo, que claramente estava muito mais animado por estar lá do que eu”. Para os executivos da HBO, presididos por Michael Lombardo, as cenas de Merchant com Jason Momoa como Khal Drogo no piloto “simplesmente não funcionaram” e ela foi demitido.

5. Evelyn Harper: ‘Two and a Half Men’

De Blythe Danner a Holland Taylor.

Os produtores alegaram sua falta de experiência no mundo da comédia para tirar Blythe Danner das filmagens do famoso seriado, sem maiores explicações. No entanto, por ter participado do muito bem-sucedido “Her Parents” e “Will & Grace”, o fim do papel da mãe promíscua de Charlie é ainda menos compreendido. Mais tarde, Danner interpretaria Demeter em ‘American Gods’ e tem colecionado papéis icônicos em filmes independentes, como o excelente ‘Heart Rhythms’.

6. Sookie St. James: ‘Gilmore Girls’

De Alex Borstein a Melissa McCarthy.

Coisa de papéis, literalmente. Alex Borstein, que mais tarde se tornaria a Lois de ‘Uma Família da Pesada’, já havia filmado um episódio para a série de Daniel Palladino no papel da melhor amiga de Lorelai, a cozinheira Sookie. O papel, perfeito para ela. A química e o senso cômico, estava tudo lá. O que não estava de acordo, era o contrato que Borstein tinha com a MADtv, que a obrigou a ter exclusividade por anos, o que permitiu a entrada da grandiosa Melissa McCarthy na série. Felizmente, as portas permaneceram abertas para a atriz original, que voltou como a harpista Drella e a estilista Miss Céline.

7. Mad Sweeney: ‘American Gods’

De Sean Harris a Pablo Schreiber.

O primeiro rosto do duende decadente também foi derrubado por “motivos pessoais”. Foi Sean Harris, que conhecemos graças à saga ‘Missão Impossível’ (lá estava Solomon Lane) e a sucessos como ‘The Green Knight’, onde deu vida ao rei. A verdade é que ele teve um bom substituto, Pablo Schreiber, o “pornstache” de ‘Orange Is The New Black’. Você pode imaginar o personagem com os olhos estreitos de Harris?

8. Phoebe: ‘Charmed’

De Lori Rom a Alyssa Milano.

Talvez todo o drama que houve entre Shannen Doherty e Alyssa Milano, e que teve consequências trágicas dentro da ficção, pudesse ter sido poupado com a atriz que originalmente interpretou Phoebe. Lori Rom filmou o piloto, mas renunciou ao papel logo após o término das filmagens, “por motivos pessoais”, disse a criadora da série Constance M. Burge, acrescentando: “Foi horrível e triste para ela ir embora, mas tivemos a sorte de que tudo correu bem com Alyssa.”

9. Virginia Pittman- Theresa Cullen: ‘Westworld’

De Miranda Otto a Sidse Babett Knudsen.

Ela mudou de rosto, transformou completamente sua personagem e acabou redefinindo tanto sua série quanto o cenário interpretativo da televisão americana. Miranda Otto (Eowyn na saga “O Senhor dos Anéis”) estava no elenco original da série da HBO. Mas a alegria durou muito pouco, já que reivindicaram a atriz para a quinta temporada de ‘Homeland’, com quem já havia assinado antes. Eventualmente, o elenco cravejado de estrelas se abriu para incorporar um toque europeu. Além disso, o próprio personagem acabaria mudando completamente: agora não seria mais Virginia Pittman, mas Theresa Cullen a.k.a Sidse Babett Knudsen (‘Borgen’).

10. Winston Bishop: ‘New Girl’

De Damon Wayans Jr. a LaMorne Morris.

Os ‘finais felizes’ foram os responsáveis para que, finalmente, o protagonista Winston Bishop fosse interpretado por Damon Wayans Jr. Esses finais talvez não seriam tão felizes para o público, mas ficariam muito felizes por ele, que assinou com a sitcom de David Caspe. Em todo caso, o responsável por substituí-lo foi LaMorne Morris, embora Wayans não tenha ficado sem aparecer na série. Mais tarde ele foi incorporado à ficção como o treinador icônico.

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM