logo
/ Getty Images
Famosos 03/06/2021

Sem filtro: Kate Winslet fala sobre idade e trabalho na série de sucesso ‘Mare of Easttown’

A atriz foi elogiada pela sua atuação como uma mulher imperfeita e bagunçada, sem o glamour dos personagens que interpretou antes

Por : Redação

A atriz britânica Kate Winslet, de 45 anos, disse que ficou impressionada com a maneira como o público se apaixonou pelo seu personagem em Mare of Easttown (em inglês), minissérie da HBO.

No drama que terminou nesse domingo (30), a atriz foi elogiada pela sua atuação como uma mulher imperfeita e bagunçada, que carece do brilho dos personagens mais glamorosos que Kate interpretou anteriormente.⁣

⁣“Eu amei suas marcas e suas cicatrizes, seus defeitos e suas falhas, e o fato de que ela não tem botão de desligar, nem botão de parar”, disse Kate Winslet. “Ela simplesmente continua.”


Leia também

Se você está gostando deste conteúdo, é provável que também se interesse pela mais recente publicação da NOVA MULHER:


Mare of Easttown

O programa é um mistério de assassinato com muitos temas: luto, a crise dos opióides e a vida em uma pequena cidade. E Kate Winslet acertou em cheio na aparência da habitante do condado de Delaware, na Pensilvânia, nos Estados Unidos.

A atriz prepara histórias para os seus personagens, e ela disse que se preparou mais para a detetive Mare do que qualquer outro papel na sua vida.

A idade e a aparência

A atriz disse que sabe que as pessoas estão se perguntando: “como ela pode se permitir parecer tão sem glamour?”.

Quando o diretor Craig Zobel garantiu que editaria a “barriguinha” da cena de sexo, Kate disse: “não se atreva!”. Ela também enviou o pôster promocional do programa de volta duas vezes porque estava muito retocado. ⁣

“Estou interpretando Mare como uma mulher de meia-idade (vou fazer 46 em outubro)”, afirmou. “Acho que é por isso que as pessoas se conectaram com esse personagem da maneira que o fizeram, porque claramente não há filtros.”

“Ela é uma mulher totalmente funcional e imperfeita, com um corpo e um rosto que se movem de uma forma que é sinônimo de sua idade e de sua vida e de onde ela vem. Acho que precisamos ver isso.”


Leia também


Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de jornalistas e redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias: