As 5 maiores vozes femininas da música brasileira

Reprodução / Divulgação

Em 2012, um grupo de 60 jornalistas especializados tiveram a difícil missão de criar um ranking com as maiores vozes da música brasileira.

A lista, publicada pela revista Rolling Stone Brasil em outubro do mesmo ano, foi encabeçada pelo cantor carioca Tim Maia. Mas não faltaram cantoras extraordinárias nas posições seguintes.

Vamos ver quem foram as 5 melhores colocadas, no geral?

1) Elis Regina (1945 – 1982)

Talvez o nome de Elis seja o mais lembrado quando surge a fatídica pergunta: “Qual é a maior voz feminina da história da MPB?” A ‘pimentinha’, como era conhecida a cantora gaúcha, deixou gravações históricas como ‘Águas de março’ (Tom Jobim), ‘Como nossos pais’ (Belchior), ‘O bêbado e a equilibrista’ (João Bosco e Aldir Blanc) e Madalena (Ronaldo Monteiro e Ivan Lins), que demonstraram toda a sua versatilidade.

2) Maria Bethânia (1946 – )

O nome ‘Maria Bethânia’ foi escolhido por seu irmão mais velho, Caetano Veloso, inspirado em na canção homônima que foi sucesso na voz de Nelson Gonçalves. Em 1993, a cantora baiana lançou o álbum ‘As canções que você fez pra mim’, formado apenas por composições da dupla Roberto Carlos e Erasmo Carlos, que vendeu mais de 1 milhão de cópias, se tornando o mais vendido de sua carreira.

3) Gal Costa (1945 – )

Nos anos 60, a também baiana Gal fez parte da Tropicália, movimento cultural de vanguarda que balançou as estruturas da Ditadura Militar que assombrava o Brasil. ‘Baby’ e ‘Não identificado’, ambas de Caetano Veloso, são algumas das pérolas gravadas por ela nesse período.

4) Clara Nunes (1942 – 1983)

Profunda conhecedora das músicas e danças africanas, a cantora mineira se converteu à umbanda e levou a cultura afro-brasileira para as rádios de todo o país. ‘O mar serenou’ (Candeia), ‘Júizo final’ (Nelson Cavaquinho), ‘Feira de mangaio’ (Sivuca e Glorinha Gadelha) e ‘Conto de areia’ (Romildo S. Bastos e Toninho Nascimento) tornaram-se sucessos atemporais.

5) Marisa Monte (1967 – )

A cantora mais jovem da lista já lançou 7 discos gravados em estúdio e 4 ao vivo, além de outros 2 com os Tribalistas, seu projeto com Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown. Ao contrário da maioria dos nomes da lista, a cantora carioca também é co-autora da maioria dos seus sucessos, como ‘Amor, I love you’, ‘Beija eu’ e ‘Vilarejo’.

E você, concorda com a lista?

VEJA MAIS: