Pitty lança Matriz.doc: Documentário estreia online nesta sexta-feira

Reprodução / Instagram

A 12ª edição do festival In-Edit Brasil já está acontecendo e até 20 de setembro é possível conferir 60 títulos nacionais e internacionais online e grátis ou a R$ 3,00.

Um dos destaques da programação é o documentário sobre a baiana Pitty e o processo criativo do álbum “Matriz”, que aborda a reconexão da cantora e compositora com as próprias raízes. Reunindo momentos íntimos e interessantes, “Matriz.doc” é dirigido por Otávio Sousa, que foi fotógrafo de Pitty por cerca de dez anos.

“Para o show ‘Matriz’ eu tinha essa vontade de investigar a gênese das composições, e por isso montei uma cena no espetáculo, que é como se fosse eu tocando violão no meu quarto em Salvador. Olhar para as matrizes sonoras e estéticas, mas principalmente comportamentais que me levaram a escrever aquelas músicas”, revelou a cantora sobre o álbum em conversa com a Folha de Pernambuco.

“Quando comecei a compor, percebi que esse conceito estava aparecendo muito forte nas músicas e que elas tinham um elo entre si. As participações, as letras, o clima… tudo me levava para essa onda de matriz. Quando percebi isso, abracei a ideia e aí sim, mergulhei mais fundo pra dar começo, meio e fim a essa história, para criar de fato uma narrativa. Pensei na abertura, com ‘Bicho Solto’ e samble de Caymmi; escrevi ‘Bahia Blues’ já pensando nesse conceito, pensei em ‘Sol Quadrado’ como fechamento”, finalizou.

Além de conferir o documentário que revela os bastidos de um momento marcante na carreira da Pitty a R$ 3,00, a mostra traz filmes que abordam temas como a negritude e migração, lives de shows e debates.

É importante lembrar que todo dinheiro arrecado pelo festival será revertido em solidariedade aos trabalhadores da cultura prejudicados pela pandemia. Acesse a programação e agenda no site www.br.in-edit.org.