“A gente aprende que nosso cabelo não é aceito pela sociedade”, afirma Iza

Crédito: Iza / Instagram

A cantora Iza decidiu compartilhar sua experiencia de empoderamento enquanto mulher negra no programa “Altas Horas”, da Globo. Durante a conversa, ela relatou sobre a dificuldades que as pessoas negras enfrentam em aceitar o cabelo.

“A gente aprende que nosso cabelo não é aceito pela sociedade, que tem alguma coisa de errado e você tem que consertar, e é isso. Eu passei grande parte da minha vida alisando o cabelo e tenho certeza de que isso faz parte da realidade de muitas meninas negras”, revelou a cantora.

A cantora relatou que aos 12 anos de idade se submeteu à química capilar para mudar o seu cabelo e alisar para não ter que enfrentar comentários racistas.

“É impagável você andar na rua, ver uma outra menina de cabelo crespo e ela sorrir para você sem nem se conhecer. A gente acaba se ajudando nesse sentido. Acho lindo quando vou no ‘Altas Horas’ e vejo todas elas e eles muito orgulhosos. Porque é dessa forma que temos que nos olhar mesmo, com orgulho, porque não tem nada de errado. A gente é muito bonito sim”, enfatizou.

LEIA TAMBÉM