logo
Saúde e Bem-estar 22/04/2021

Gastrite: estas informações ajudarão você a lidar com o problema

É importante que a gastrite seja tratada, pois pode causar úlceras e uma alta incidência de câncer de estômago

Por : Redação

A gastrite é um problema que envolve uma inflamação na mucosa do estômago e pode durar pouco tempo (aguda) ou vários meses ou anos (crônica).

Independentemente do tipo, é importante que a gastrite seja tratada, pois pode causar úlceras e uma alta incidência de câncer de estômago, de acordo com a clínica médica MayoClinic (em espanhol).

Saiba mais sobre a gastrite:


Leia também

Se você está gostando deste conteúdo, é provável que também se interesse pela nossa publicação mais recente:


Causas da gastrite

De acordo com o portal especializado MedlinePlus (em inglês), as causas da gastrite costumam ser estresse, abuso contínuo de álcool, infecção do estômago por Helicobacter pylori e ingestão prolongada de alguns anti-inflamatórios não esteroides.

Sintomas da gastrite

Entre os sintomas mais comuns da gastrite estão dor ou queimação na parte superior do abdômen, que pode melhorar ou piorar com a ingestão de alimentos. Também pode haver náuseas e vômitos.

Recomendações para a gastrite

Recomenda-se, principalmente, evitar café e refrigerante. Também é importante cortar da dieta líquidos e alimentos em temperaturas extremas, especialmente muito quentes.

Os alimentos proteicos sugeridos são ovo, peru, frango e peixe branco. Arroz, batata, banana e cenoura também são indicados como acompanhamentos, assim como vegetais.

Entre outras recomendações para lidar com a gastrite, estão as seguintes:

  • Tome o café da manhã entre 7h e 9h, almoce até as 14h e jante até as 19h.
  • Asse, grelhe, ferva ou cozinhe os alimentos no vapor.
  • Evite usar temperos e especiarias.
  • Controle o excesso de sal nos alimentos.
  • Evite picles e salsichas.
  • Acompanhe as refeições com água à temperatura ambiente.
  • Não se deite depois de comer.

⚠️ Atenção: este texto é de caráter meramente informativo e não tem a intenção de fornecer diagnósticos nem soluções para problemas médicos. Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.


Leia também


Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias:


Leia também


Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias: