Acessório com hormônio pode se tornar novo método anticoncepcional

Divulgação - Georgia Tech

Já parou para pensar na possibilidade de ao invés de ingerir uma pílula anticoncepcional de maneira recorrente, substituí-la por um acessório? Se você não pensou, um instituto localizado na Geórgia, Estados Unidos, sim.

 

Como assim?

Bom, antes de mais nada é importante esclarecer que não, os brincos não são os responsáveis pelo método contraceptivo, mas sim o que vai agregado a eles. Semelhante aos adesivos transdérmicos, ou populares adesivos anticoncepcionais, ao ter contato com a superfície da pele, é liberado o hormônio que ajuda na prevenção da gravidez.

Como citado anteriormente, o brinco não é encarregado de ajudar nesta proteção, por isso é possível adaptar este método anticoncepcional para outros acessórios pessoais.

Por fim, se você achou interessante e quer saber mais, terá que aguardar, pois os acessórios seguem em fase de estudos e pendentes de aprovação pelos órgãos responsáveis.

 

Acessório com hormônio pode se tornar novo método anticoncepcional