Conheça os perigosos efeitos colaterais de consumir muita vitamina C

Pixabay

Vitaminas são nutrientes essenciais e devem ser consumidas diariamente para que nosso corpo funcione de forma ideal, e a vitamina C não é exceção. Mas, como tudo, em excesso pode causar efeitos colaterais.

 

A vitamina C

A função mais importante da vitamina C é que ela fortalece o sistema imunológico. Nestes tempos, a pandemia é a razão pela qual a maioria de nós toma esses suplementos.

No entanto, de acordo com o portal Nueva Mujer, se consumido através de alimentos naturais não é perigoso; mas ao tomar vitamina C em excesso através de suplementos pode levar a uma overdose.

 

Os efeitos colaterais

Em doses de menos de 1 grama ocorre uma absorção de 70 a 90%. Quando excede essa quantidade, apenas 50% é absorvida. O que não absorve o corpo pode irritar o trato gastrointestinal e produzir efeitos colaterais como:

  • diarreia
  • náusea
  • vômito
  • azia
  • dor de cabeça
  • insônia

Além disso, há sintomas mais delicados a considerar:

 

Pedras nos rins

O excesso de vitamina C é excretado do nosso corpo através da urina. Mas, às vezes, esse excesso se liga a outros minerais formando cristais que podem levar a pedras nos rins.

 

Absorção de vitamina B12

O excesso de vitamina C pode interferir na absorção de vitamina B12. Na verdade, é recomendável que se você estiver tomando esses dois suplementos vitamínicos, você deve manter uma margem de cerca de 2 horas entre eles.

 

Os limites

Para proteger contra esses possíveis efeitos colaterais, foi estabelecido um limite de ingestão de vitamina C para suplementos

  • Bebês: 400 miligramas/dia
  • Crianças de 4 a 8 anos: 650 miligramas/dia
  • Crianças de 9 a 13 anos: 1.200 miligramas/dia
  • Adolescentes de 14 a 17 anos: 1.800 miligramas/dia
  • Gestantes e lactantes: 1.800 miligramas/dia
  • Adultos: 2.000 miligramas/dia