logo
/ Pexels
Beleza 10/05/2021

Shampoo ou condicionador? A ordem em que você deve aplicá-los para ter um cabelo incrível

Essa tendência tem surpreendido mulheres de todo o mundo porque rompe com o status quo da beleza dos cabelos

Por : Redação

Toda a nossa vida acreditamos que o shampoo se aplica antes do condicionador — e a verdade é que não é uma maneira errada de lavar os cabelos, como indica a embalagem dos produtos. Porém, surgiu uma tendência: a lavagem invertida.

Essa tendência tem surpreendido mulheres de todo o mundo porque rompe com o status quo da beleza dos cabelos, mas, como tudo na vida, tem os seus prós e contras. Saiba mais:


Leia também

Se você está gostando deste conteúdo, é provável que também se interesse pela mais recente publicação da NOVA MULHER:


Shampoo ou condicionador: o que vem primeiro?

“Aplicar condicionador antes da lavagem adiciona hidratação aos cabelos finos sem pesar”, explica a diretora criativa da Kérastase, Nina Dimachki. “Também fará com que a secagem dure mais e prepara o cabelo para a lavagem.”

Da mesma forma, essa ordem invertida permite que os cabelos apareçam com maior volume e não discrimina cabelos tingidos ou oleosos. No entanto, alguns cabelos com cachos ou ondas ficam melhor com o shampoo primeiro, pois permanece mais controlado.

É ideal para quem tem os cabelos danificados, enfraquecidos ou muito finos porque protege as cutículas que normalmente dilatam durante a lavagem. “Em suma, aproveite ao máximo as qualidades hidratantes e protetoras do condicionador”, destaca.

Caso queira testar para medir os resultados, é importante fazê-lo corretamente: aplicando da raiz às pontas — e não apenas nos pontos médios, como normalmente se usa.

O enxágue do condicionador é muito importante para que não fiquem vestígios e, a seguir, lave com o shampoo,

Quem já experimentou diz que o cabelo fica mais limpo e com resultados mais leves.


Leia também


Apoie

Compartilhe os textos da NOVA MULHER com os seus amigos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de jornalistas e redatores.


Siga-nos

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook. Além disso, fazemos parte do Google Notícias: