Cabelo

5 maneiras de combater espinhas no couro cabeludo

Livre-se deste grande incômodo

As espinhas por si só já somam um grande pesadelo na vida de toda mulher, agora, espinhas no corou cabeludo podem ser ainda piores por serem desconfortáveis e até mesmo dolorosas, mas existem maneiras de combatê-las.

Aqui estão cinco maneiras eficazes de lidar com espinhas no couro cabeludo:

  1. Lave o Cabelo Regularmente:
    Manter o couro cabeludo limpo é fundamental para prevenir o acúmulo de sujeira, óleo e células mortas da pele, que podem obstruir os poros e causar espinhas. Lave o cabelo regularmente com um shampoo suave e sem ingredientes irritantes.
  2. Use Shampoos Específicos:
    Opte por shampoos específicos para couro cabeludo oleoso ou propenso a acne. Esses produtos contêm ingredientes como ácido salicílico, que ajudam a remover o excesso de óleo e desobstruir os poros.
  3. Evite Produtos Capilares Pesados:
    Produtos capilares pesados, como condicionadores e mousses, podem obstruir os poros do couro cabeludo e contribuir para o surgimento de espinhas. Opte por produtos leves e não comedogênicos e evite aplicá-los diretamente no couro cabeludo.
  4. Mantenha as Mãos Longe do Couro Cabeludo:
    Evite coçar ou cutucar o couro cabeludo, pois isso pode irritar a pele e aumentar o risco de infecção bacteriana. Mantenha as mãos limpas e evite tocar no couro cabeludo com frequência.
  5. Tratamentos Tópicos:
    Para espinhas persistentes, considere o uso de tratamentos tópicos, como géis ou loções contendo peróxido de benzoíla ou ácido salicílico. Aplique esses produtos diretamente sobre as áreas afetadas do couro cabeludo, seguindo as instruções do fabricante.

Se as espinhas persistirem ou piorarem, é recomendável consultar um dermatologista para avaliação e tratamento adequados.

Recomendados

Em caso de dúvida, consulte um especialista antes de começar qualquer tipo de tratamento.

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM