Moda

Suas roupas e sapatos podem durar muito mais com esses segredos de lavanderia

Você não vai mais precisar se desapegar daquela peça que tanto ama

Suas roupas e sapatos podem durar muito mais com esses segredos de lavanderia

E se a gente te contasse que aquela sua blusinha favorita ou aquela bota que você tanto ama podem durar muito mais tempo do que você imagina? Mas para isso, alguns cuidados especiais devem ser tomados com as suas peças.

A maneira como lavamos e guardamos as nossas roupas e sapatos influenciam diretamente na sua conservação. Para isso, os cuidados com a máquina de lavar devem fazer parte da rotina, pois, além de conservar o equipamento, isso ajuda a deixar as roupas limpas e novinhas em folha.

Em uma matéria sobre o assunto publicado no portal Terra, Ricardo Monteiro, da Quality Lavanderia, e a especialista em consultoria e treinamentos para lavanderias, Maria Aparecida Yoshima, da Organizatta, compartilharam algumas dicas de ouro para as peças do nosso armário durarem muito mais.

Roupas de inverno

As peças de inverno nem sempre precisam ser lavadas antes de usar. Se foram guardadas limpas na última estação e envoltas em um saco de proteção, e não tiverem fungos devido à umidade do armário, é possível lavá-las normalmente. Caso tenha sido guardada suja (o que é um erro, pois as traças podem fazer um belo estrago) e sem proteção, o ideal é lavá-la antes de usar, pois podem estar cheias de ácaros que provocam espirros em pessoas mais alérgicas. Outra dica é fazer higienização das peças com produtos bactericidas encontrados em supermercados ou lojas especializadas.

Tirar o amarelo das roupas

Você sabia que usar produtos clorados pode aumentar o amarelamento das peças? Principalmente quando se utiliza água quente. Ao adotar um produto clorado, o certo é neutralizá-lo com outro ácido. A dona de casa pode usar um copo de vinagre de vinho branco ou de maçã no último enxágue da máquina para neutralizar o cloro residual.

Sabão demais

Falta de remoção do sabão pode deixar a roupa amarelada. O uso em demasia do sabão deixa resíduos, não lava melhor e pode manchar as roupas. O correto é utilizar a quantidade recomendada pelo fabricante do equipamento e do produto, mesmo que a roupa esteja mais suja. Se for o caso, faça primeiro uma pré-lavagem e depois a lavagem. Vale lembrar que excesso de sabão também deixa as peças endurecidas.

Água quente

É um erro lavar a roupa muito suja diretamente com água quente. Ao invés de retirar a sujeira, a água quente vai cozinhar toda a sujeira, deixando a roupa amarelada. O correto é primeiro lavar com água fria e depois com água quente para remover os resíduos remanescentes.

Lençóis e toalhas fofinhos

Para deixar toalhas e lençóis macios, o segredo é usar amaciante no final do processo de higienização. Durante a lavagem, as fibras se embaralham e só desembaralham com o amaciante, já que o produto realinha as fibras deixando as roupas macias e mais fáceis de passar.

Roupas delicadas

Peças de seda, viscose e acetato não podem sofrer centrifugação da máquina, pois o processo quebra as fibras deixando marcas irreversíveis. Na hora de lavar outras peças delicadas, coloque-as em uma fronha ou um saquinho específico e centrifugue por um minuto. O cuidado deve ser redobrado com peças de pedrarias.

Manutenção da máquina

Todas as máquinas de lavar possuem um filtro que deve ser limpo semanalmente ou de acordo com a solicitação do fabricante. É possível limpar o equipamento com água sanitária a cada seis meses (lave a máquina só com água e água sanitária), porém não se esqueça de neutralizar o cloro residual. Ao final do processo, coloque dois copos de vinagre de vinho branco nas gavetas e faça um enxágue na máquina.

O melhor amaciante

O mais indicado é comprar produtos em locais idôneos e de marcas confiáveis. Evite os que são vendidos a granel. Se colocado em excesso, o produto pode danificar as fibras das roupas.

Lavar na mão

Peças de seda, viscose e acetato devem ser lavadas à mão e com detergente neutro. Deve-se dissolver o detergente na água e depois colocar as peças de molho por cerca de 30 minutos, agitando-as levemente. Em seguida, enxague com água em abundância e no ultimo enxágue, adicione um pouco de amaciante. Pendure em um cabide, sem torcer ou centrifugar, e deixe secar à sombra.

Como tirar manchas de gordura

Quando há muita gordura, é possível removê-la facilmente com uma solução de detergente de cozinha e removedor. Passe esta pasta suavemente nas manchas de gordura, deixe agir por uns cinco minutos e depois lave normalmente. Outra alternativa é usar spray específico para gorduras encontrados em supermercados.

Manchas de ferrugem

Manchas amarelas podem ser de ferrugem pontuais ou oxidadas do tempo. Se for de ferrugem, utilize um produto específico para remoção. Se forem oxidadas, são mais difíceis de remover e pode-se tentar fazer um alvejamento com peróxido a quente (65ºC), porém nem sempre o resultado será positivo.

Passar a roupa

Toda roupa sempre deve ser passada com um ferro a vapor, caso contrário a chance de queimar a roupa é muito grande. Peças sintéticas são muito sensíveis ao calor. Toda roupa preta deve ser passada com um pano de algodão ou proteger o ferro com uma capa de teflon. Não passe o ferro sobre bolsos, cós, pois ficam com brilho de queimadas que não sai mais.

Roupas pretas

Não tem nada pior do que pegar uma peça preta depois de lavada e verificar a imensa quantidade de pelinhos brancos. Uma boa alternativa para evitar isso é não lavar as peças pretas com outras mais claras. Se o tecido pegar pelo, o ideal é usar um tira-pelo após passar. E mais: roupas escuras não devem ser lavadas com detergentes em pó, pois eles possuem branqueadores óticos que mancham e desbotam. Lave com um detergente líquido neutro.

Roupas coloridas

Todos os tecidos de fibras naturais, como algodão, linho ou seda, desbotam normalmente durante o processo de lavagem. O uso em demasia do sabão em pó provoca o desbotamento acentuado. O único método que preserva mais os corantes das roupas é a lavagem a seco.

Guardar as roupas

A melhor forma de acondicionar as roupas é colocá-las dentro de um saco de TNT, que as deixa respirar. O couro em particular deve ser guardado limpo com uma capa de proteção de TNT e retirado do armário a cada 45 dias para respirar em algum local arejado e sob a sombra. Sacos plásticos são contra indicados por absorver umidade.

Como lavar roupas de lã

As roupas de lã devem ser lavadas a seco. Em casa, use detergente neutro e seque naturalmente à sombra. Malhas ou tricô de lã só podem ser limpas manualmente com detergente neutro. A água deve ser retirada por compactação, ou seja, não podem ser torcidas, pois deformam. E devem secar somente na horizontal em cima de uma grade.

Embalar a vácuo

Roupas feitas de algodão, linho, lã e tecidos acrílicos podem ser embaladas a vácuo, pois são tecidos de fibras que não se quebram. Já seda, viscose, acetato e alguns tipos de poliéster não devem ser embalados desta forma, pois há grande risco de as fibras serem danificadas e as peças ficarem eternamente marcadas. Edredom também corre um grande risco, pois a manta interna por ficar muito tempo compactada, podendo não voltar ao volume normal.

Sapatos

Sapatos não devem ser guardados logo que retirados dos pés. O ideal é esperar por quatro a seis horas antes de guardar, para que perca a umidade do suor. Devem também serem guardados em local fresco e ventilado, para evitar a proliferação de fungos. Outra boa dica é colocá-los em caixas para que não fiquem deformados e se acomodem melhor. Atualmente, já existem caixas especiais que acomodam os sapatos com visor para sejam identificados. Após o inverno, caso sua casa seja úmida, faça uma limpeza com panos úmidos e deixe por umas duas horas no sol. Pode-se também colocar pacotinhos de sílica para eliminar o mofo.

· · ·

Se você está gostando deste texto, é provável que também se interesse por:

Beleza: 5 truques para deixar a pele mais cheirosa sem usar perfume

Cabelo: seu babyliss pode durar muito mais com essas dicas preciosas

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM