Moda

Movimento tamanho médio: a trend de moda que tomou conta do TikTok

Conheça mais sobre como a moda pode ajudar você a transmitir suas curvas

Se você está acompanhando o TikTok, já deve ter visto a hashtag #midsize por aí. Esse é um novo movimento que acontece na moda através das redes sociais e falar principalmente sobre o tamanho médio, fazendo muitas pessoas serem vistas pela primeira vez.

Leia também:

O coturno é o clássico do inverno que você vai querer ter por perto

A tendência em si dá zero atenção para a perfeição filtrada das redes sociais, mas sim traz um campo onde todos podem ganhar algum espaço nas redes sociais, seja na discussão que é super necessária, ou de apenas normalizar o termo da inclusão corporal chamado de tamanho médio.

Quem nunca sofreu quando seu tamanho de roupa estava entre um 40 e um 46, principalmente quem não tem um corpo reto e magro, e conta com mais curvas que não são valorizadas pela indústria da moda em si, já que ou elas ficavam grandes demais, ou apertadas demais, destacando áreas que exatamente não gostaríamos de mostrar antes.

Com isso, muitas pessoas curvilíneas passaram a usar roupas mais largas, já que eram mais confortáveis, porém desfavoráveis para as curvas, ou então usar um tamanho muito grande que a fazia considerar plus size, mesmo não sendo, mas era apenas lá que você encontraria.

Só quem viveu sabe o quão difícil é encontrar peças em tamanhos assim, ainda mais quando estamos no meio termo que não existe exatamente. Para se ter uma ideia, apenas 20% do vestuário é feito para mulheres entre os tamanhos 40 e 48.

@thevondyfam

Had to repost because my audio synced horribly! Improved the lyrics too 🥰💙 #midsize #normalizenormalbodies #sahm

♬ original sound - Emily Vondy

Agora que o movimento “tamanho médio” chamado também de “mid-size term” chegou ao TikTok, é capaz que as marcas acordem e comecem a dar mais atenção para esse público, parando de estabelecer padrões impossíveis de serem alcançados, ou que precisam de vários truques para poder caber na roupa.

Uma das principais porta-vozes desse movimento é a modelo Ali Tate, que reteirou a necessidade de defender todos os tamanhos em uma entrevista para a Vogue: “Se estamos pedindo inclusão, não vamos deixar de fora o tamanho médio. Precisamos ver todo o espectro do que é ser humano. Eu usava tamanho 40 nos EUA e lutava muito contra distúrbios alimentares e problemas de imagem corporal. As pessoas ainda estão lidando com esses problemas, mesmo sendo de tamanho médio.”

E você, já se sentiu assim também?

· · ·

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos. Seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM