Beleza

A nova tendência polêmica de beleza do TikTok: O contorno de protetor solar

Descubra aqui e veja porque você NÃO deve aderir

Não é só de dancinha que vive o TikTok, viu? Entre as mil coreografias que a gente já viu por lá e os vários hacks de beleza que às vezes podem ser super úteis, alguns podem realmente danificar a sua pele, como o contorno de protetor solar. Esse hack vem com a premissa de que ele ajuda a definir nosso rosto, entregando um bochecha mais “magra” e as maçãs do rosto mais bronzeadas usando o protetor solar.

O vídeo de Eli Withrow já tem bilhões de visualizações, e ela conta que a técnica consiste em aplicar uma base de protetor solar FPS 30, depois uma base de protetor solar FPS 90 nos cantos em que você normalmente aplicaria um iluminador, para que assim a cara fique contornada através do bronzeamento.

Só que a tendência viralizou tanto que outros TikTokers seguiram apenas a parte de usar o protetor solar nas áreas em que querem substituir o iluminador, deixando o resto da pele sem proteção do sol e de todos os problemas que isso pode causar, deixando uma marca e um dano permanente quando o bronzeado for embora, precisando até de cirurgia dependendo caso para reverter a situação.

E isso não parou só no TikTok, porque Gwyneth Paltrow também divulgou em um vídeo para a Vogue sua rotina de cuidados com a pele, onde dizia que aplicava o protetor solar no nariz e nas maçãs do rosto, contando que era lá que o sol realmente batia. E isso se tornou uma mensagem extremamente irresponsável, já que o protetor solar não deve ser usado para aplicar apenas em partes ou como iluminador, mas sim na pele toda, todos os dias, mesmo que não saia de casa.

Não vale arriscar a pele por uma trend do TikTok, né? É melhor continuar os truques de contorno com makes próprias para isso, ou bronzeadores falsos que são ótimos também.

⋅ ⋅ ⋅

Siga e compartilhe

Você gostou deste conteúdo? Então siga a NOVA MULHER nas redes sociais para acompanhar mais novidades e ter acesso a publicações exclusivas: estamos no Twitter, no Instagram e no Facebook.

Aproveite e compartilhe os nossos textos através das redes sociais e dos aplicativos de mensagem. O seu apoio ajuda a manter este site 100% gratuito. Cada contribuição é muito valiosa para o trabalho da nossa equipe de redatores e jornalistas.

Tags

Últimas Notícias


LEIA TAMBÉM